Veja como tornar seu Home Office seguro e proveitoso em tempos de pandemia

Share to

Home Office: dicas para manter a produtividade e a segurança

Junto com o Governo Federal, a Organização Mundial da Saúde (OMS) vem concedendo pareceres diários sobre a multiplicação dos casos de Coronavírus no Brasil e no mundo.

Dentre as várias recomendações, uma das mais importantes para combater o COVID-19 é o isolamento social, mesmo para os que não fazem parte do grupo de risco. Não se trata apenas de evitar o contágio, mas de diminuir a propagação do vírus, potencializada em aglomerações ou em ambientes com muitas pessoas, como fábricas e escritórios.

Nesse cenário, o home office surge como excelente alternativa para muitas empresas e colaboradores – inclusive profissionais de compras. Por um lado, a companhia garante que, mesmo à distância, as pessoas continuem engajadas, produzindo e tocando os projetos para frente. Por outro, os colaboradores, ao permanecerem em isolamento, diminuem as chances de contrair e transmitir o vírus – que, segundo estudos recentes, tem transmissão via aérea e pode sobreviver por até 3 dias em superfícies como plástico ou aço inoxidável – leia mais sobre esse estudo.

Neste blog post, vamos trazer algumas dicas para otimizar seu tempo estando em home office. Qual a melhor forma de estabelecer prioridades? Como dividir a atenção entre trabalho, crianças e cuidados domésticos? Saiba disso tudo na leitura a seguir.

Veja como tornar seu Home Office seguro e proveitoso em tempos de pandemia

Lembre-se: apesar de estar dentro de casa, no conforto do lar, o home office não deve abalar a sua produtividade.

É preciso manter uma rotina – e mais do que isso, um mindset – voltados ao trabalho. Afinal, mesmo em tempos de pandemia e isolamento, a economia precisa girar e a produção não pode parar.

Grande parte das pessoas que estão trabalhando em casa, nos dias atuais, foram pegas de surpresa, sem tempo para planejar essa mudança de local de trabalho. Por isso, é ainda mais importante conhecer as dicas que preparamos e que listamos abaixo.

Existe momento certo para tudo!

Muitos podem achar que é fácil e confortável trabalhar remotamente. Mas o home office exige uma disciplina ímpar, já que fica ainda mais difícil separar momentos de relaxamento, cuidados domésticos e os afazeres profissionais.

Trabalhar em casa não significa produzir deitado no sofá enquanto acompanha um filme. Por isso, em primeiro lugar: reserve um cômodo ou espaço da casa para improvisar uma estação de trabalho. Na hora de produzir, a privacidade e o silêncio são fundamentais, sobretudo considerando reuniões online e videoconferências.

Também é preciso um ambiente adequado nos instantes dedicados à busca de informações que permitam desenvolver da melhor maneira possível as atividades profissionais. Nesse sentido, aliás, temos duas sugestões de leitura para sua atualização: A segunda onda da Indústria 4.0 e Como a Slowbalization afeta a cadeia de suprimentos.

O descanso e relaxamento também são parte importante no desenrolar do processo produtivo. Otimize seu tempo, dividindo-o entre as tarefas do trabalho e períodos de descanso.

Para isso, tenha seus horários bem definidos. No período dedicado ao trabalho, elimine tudo o que puder causar distração e obedeça rigidamente a carga horária que definiu, sem atrasar, da mesma forma que faz quando vai ao escritório – se você não respeitar seus próprios horários não vai conseguir produzir bem em home office.

Nos momentos de relaxar, não produza nada. Desligue o computador e o chat de trabalho para poder focar em sua família e em você também.

Nos momentos de relaxar, não produza nada. Desligue o computador e o chat de trabalho para poder focar em sua família e em você também.

O desafio de cuidar das crianças

Lidar com os compromissos de trabalho dentro de casa em tempos de Coronavírus, implica também, em muitos casos, dividir a atenção e o tempo com os pequenos.

Com crianças em casa, mais do que nunca, o home office se torna uma maratona multitarefas. Mesmo porque hoje, muitas vezes, não é possível contar com profissionais que ajudem nas funções diárias do lar, cabendo aos pais incluírem os cuidados com filhos e com a casa na lista de tarefas.

E eles nem sempre entendem a urgência de se trabalhar no sossego. Por isso, o primeiro passo é explicar aos menores tudo o que está acontecendo, incluindo a necessidade do papai e da mamãe terem privacidade durante o tempo dedicado ao trabalho.

Mostre para eles o cronograma com seus horários de trabalho, o local onde estarão desenvolvendo as atividades profissionais, estabeleça limites e, de modo respeitoso e amoroso, faça com que sejam cumpridos.

Por exemplo, eles devem saber que quando os pais estiverem em uma ligação telefônica ou no meio de uma negociação, é preciso maior cuidado com barulhos e interrupções. Uma maneira prática para isso é combinar com as crianças que sempre que os pais estiverem usando fone de ouvido, é preciso maior silêncio.

Em períodos de isolamento como o que estamos passando, com aulas interrompidas e escolas fechadas, contraindicações sobre aglomerações em praças e espaços públicos, abuse de filmes, vídeos e séries – mas verifique quais são os indicados para a faixa etária e para os valores que você deseja transmitir aos seus filhos. Novamente: converse com eles, estabelecendo o que pode e o que não pode ser visto, dando uma explicação e não, simplesmente, proibindo.

O acesso a internet para jogos e bate papo com amigos também pode ser liberado, mediante as regras que os pais acharem conveniente. Além de garantir o bem-estar dos pequenos, existe também a questão de segurança, sendo importante educar os filhos para um acesso consciente – acesse um interessante jogo que mostra a importância da cibersegurança para os menores.

Por mais que os eletrônicos sejam muito eficazes no momento de entreter as crianças, é importante dar uma pausa e propor outras distrações. Entre elas:

  • Incentive a leitura – estabeleça um horário da leitura em família, com brincadeiras e discussão da história;
  • Conte histórias – podem ser de livros ou mesmo histórias vivenciadas por pessoas de seu conhecimento;
  • Crie a noite dos jogos – jogos são boas opções para reunir pessoas de idades variadas e se divertir;
  • Invente novos passatempos – use a criatividade para criar brincadeiras, especialmente, que permitam se mexer (dentro das possibilidades do espaço);
  • Inclua atividade física – podem ser alongamentos ou outros movimentos possíveis no ambiente (desde que com os devidos cuidados para serem corretamente executados);
  • Atribua tarefas diárias – dependendo da idade da criança, ela já pode colaborar com pequenas atividades, entre elas: colocar a roupa suja no cesto; arrumar a cama; secar e guardar a louça, etc.

Se as crianças perceberem que, fora do tempo dedicado ao trabalho, os pais arranjam tempo para elas estarem junto e se divertirem, respeitarão muito mais o “horário de expediente”, facilitando seu home office.

Além disso, com certeza, estarão sendo construídos momentos bonitos para a memória familiar.

Atenção à Segurança da Informação

Nem sempre temos à disposição, em casa, todos os recursos tecnológicos que encontramos na empresa – ainda que em tempo de Compras 4.0, o acesso remoto aos documentos do escritório seja fácil.

Mas isso não significa que deva haver displicência com a segurança digital. A primeira providência, portanto, é conhecer as políticas de segurança da empresa.

Caso não exista um manual, procure o setor de Tecnologia da Informação e peça as orientações sobre os procedimentos de segurança que devem ser adotados para o home office e siga-os corretamente – havendo dificuldade em algum ponto, converse com os responsáveis.

Cada empresa adota um protocolo de segurança digital específico, mas existem alguns cuidados que são válidos para todos os colaboradores que trabalham fora do ambiente organizacional. Veja os principais:

  • Durante o trabalho, evite abrir itens pessoais na mesma máquina;
  • Use senhas fortes, difíceis de serem identificadas;
  • Sempre que se ausentar do local em que está trabalhando, bloquei seu computador para evitar que alguém mexa acidentalmente;
  • Use apenas o sinal de wi-fi de sua residência e não passe a senha para pessoas que não sejam de total confiança – não utilize wi-fi públicos, pois eles são mais vulneráveis à ação de cibercriminosos;
  • Cuidado ao acessar sites e, principalmente, ao conceder seus dados para compras via internet – só o faça, quando tiver total certeza da idoneidade do site/empresa;
  • Qualquer fato estranho durante o desempenho de suas tarefas, reporte o TI de sua empresa.

Com a devida disciplina e organização, o home office pode ser muito positivo. Para o departamento de compras, especificamente, uma forma de otimizar a rotina nesses dias de reclusão, é contar com uma empresa especializada no fornecimento de materiais indiretos, como a Soluparts.

Conheça mais sobre a Soluparts em nosso site e, aproveite para ler outros conteúdos importantes para o desenvolvimento de seu trabalho:

O setor de compras na Indústria 4.0
4 tecnologias que mudarão o comércio global

Para ler outros artigos da Soluparts, acesse nosso blog.

 

Leave your comment

Please enter your name.
Please enter your email address.
Please enter a valid email address.
Please enter comment.