4 etapas para melhorar seu relacionamento com seus fornecedores

Share to

Dúvida entre fornecedores? 5 critérios para te ajudar a decidir

Lidar com fornecedores envolve várias etapas: pesquisas, verificações, orçamentos e várias reuniões de alinhamento. O processo de escolha do fornecedor certo para a sua demanda, então, envolve mais reuniões, opiniões, discussões e definições, tudo para se certificar de que ambos os lados saiam ganhando nesse relacionamento.

O primeiro passo é a escolha do fornecedor. Depois de identificar o que sua empresa precisa ao receber a ordem de compra, é hora de avaliar as possibilidades. Normalmente, você vai trabalhar com mais de uma opção viável de fornecedor, e escolher o melhor pode ser bastante desafiador.

O maior erro que se pode cometer é escolher um fornecedor sem analisar completamente todas as qualidades e defeitos de cada opção. Felizmente, existem alguns pontos-chave que podem ajudá-lo a tomar sua decisão mais facilmente.

Nós separamos 5 dos fatores mais importantes para verificar antes de fechar um acordo com um fornecedor! Preparado? Leia abaixo:

Preço e condições

Talvez o preço e as condições de pagamento sejam os fatores que mais pesam na escolha de um fornecedor. Aqui, você deve voltar para o seu planejamento financeiro, e verificar se o que foi oferecido se encaixa o seu orçamento e suas necessidades.

Os fornecedores devem oferecer um preço justo pelo serviço, mas é seu papel negociar para que o preço final do seu produto não seja comprometido. Lembre-se: um preço baixo nem sempre significa baixa qualidade, assim como um preço elevado não indica necessariamente um alto nível de qualidade. Descubra o que compõe este preço, analisando as cotações, e veja se realmente faz sentido.

Cuidado com orçamentos muito acima ou muito abaixo do que o mercado geralmente oferece. Preços elevados podem ser apenas o início da negociação, com uma margem para reduzir o preço até um nível aceitável para o fornecedor. Preços  muito baixos podem esconder taxas e obrigações contratuais abusivas.

E lembre-se de verificar a data de vencimento da cotação, porque o preço que você vê hoje pode não ser o mesmo daqui a 3 semanas, e se você precisa fazer a compra no próximo mês, essa cotação será inútil – e todo o tempo terá sido desperdiçado.

Prazos

Para manter um bom relacionamento com os fornecedores, a empresa deve estabelecer prazos que podem ser atendidos. Não se esqueça de alinhar a sua agenda com a deles, e sempre questionar se o fornecedor oferecer um tempo de entrega muito longo ou muito curto.

Você tem todo o direito de solicitar comprovação de cumprimento de prazos, bem como relatórios e declarações de outros clientes, para ter mais confiança no trabalho do fornecedor.

Tente descobrir se o fornecedor tem um histórico de eventos imprevistos que aumentam os prazos, como acidentes ou problemas frequentes de transporte. Falando nisso, não se esqueça de verificar as opções de entrega que cada fornecedor oferece. Além de fazer uma enorme diferença no preço final, diferentes tipos de transporte exigem diferentes prazos, e você deve estar preparado para isso.

Valores

Associe-se apenas a empresas que trabalhem com visões e valores semelhantes aos seus e que, de alguma forma, possam enriquecer sua produção. Para garantir que você não está sendo levado por promessas vazias, vá além do site institucional e procure outros clientes do fornecedor antes de fechar o negócio.

Descubra como foi a experiência de parceria. Certifique-se de confirmar se o diálogo foi fácil, e se os canais da empresa estavam disponíveis para resolver problemas e dúvidas.

O foco aqui é a capacidade do fornecedor de prestar o serviço da forma como você precisa!

Confiança

A qualidade não é negociável, e isso também se aplica aos serviços prestados por um fornecedor.

Por serviço, entenda entregas no prazo, suporte técnico quando necessário e estrutura de apoio como um todo. Basta imaginar, se um fornecedor atrasar uma entrega o seu produto não estará pronto a tempo, suas vendas serão dificultadas, e seu negócio pode sofrer represálias dos clientes.

Portanto, certifique-se de seu fornecedor é confiável. Verifique o status legal e econômico da empresa antes de fechar uma parceria. Solicite documentos que demonstrem se o fornecedor está endividado, enfrentando processos trabalhistas ou outros processos criminais, e se os impostos são pagos em dia. Qualquer problema nessas áreas pode afetar a imagem de sua empresa!

Imagem pública

Falando em imagem, a maneira como o público vê seus fornecedores é uma informação decisiva! Como dissemos no tópico de valores, é importante fazer parcerias com boas empresas, que podem enriquecer não apenas o seu negócio, mas também a sua imagem.

É verdade que nem todas as parcerias serão uma vitória total, mas não se pode nem deve ser uma perda total. Para evitar isso, vá fundo na pesquisa e descubra como seus possíveis fornecedores estão na opinião pública!

Você pode fazer alguma pesquisa nos perfis de mídia social, analisando como eles lidam com críticas e queixas, e também se há algum esforço para manter uma boa imagem pública. Além disso, existem alguns sites dedicados a publicar críticas de clientes insatisfeitos, e esta é uma grande oportunidade para verificar a conduta do fornecedor em cada situação.

 Claro, existem outros pontos que você pode verificar para fazer uma análise mais aprofundada sobre cada fornecedor. Esperamos que este artigo lhe dê algumas orientações, mas não pare por aqui!

Uma boa dica final é tentar escolher um fornecedor para a sua empresa como você faz para suas compras pessoais. Como você escolhe uma loja para comprar? Você pesquisa online por comentários de clientes anteriores? Você compra somente das lojas de renome?

Melhor ainda, pense em como você escolhe alguém para fazer um reparo em sua casa. Tudo o que você verificar antes de contratar essa pessoa deve ser verificado antes de assinar com um fornecedor para a empresa. O cuidado que você tem com sua casa deve ser estendido para o seu negócio!

Então, você analisa algum outro critério na escolha de fornecedores? Sua empresa tem uma maneira diferente de decidir quem contratar? Compartilhe conosco! Deixe seus insights nos comentários abaixo!